Histórias da produção – Origem

Exídium é o meu segundo romance[1] que chega ao público, mas na verdade, é a primeira grande história que escrevi. A origem de Exídium encontra-se ainda na minha adolescência e tem inspirações nos livros considerados como obras-primas da ficção científica, como “Fundação” de Asimov e “Duna” de Frank Herbert. Minha segunda grande inspiração para a história está na ação dramática dos animes que eu assistia, como Dragon Ball Z, Cavaleiros do Zodíaco e Bucky, todos transmitidos pela TV aberta Brasileira, mas produzidos no Japão.

Minhas ideias para o visual dos personagens e exércitos de Exídium pode ser encontrada em dois seriados de Tv dos anos 90 – Babylon 5 e a animação Guerreiros das Sombras (Shadow Raiders). É claro que Star Wars e Star Trek estão tão enraizados em minha memória que seria injusto não mencioná-los.

48_duna

Dragon Ball e Animes

A história de Exídium já passou por 4 grandes reescritas, triplicando de tamanho, mas sua essência ainda pode ser verificada na primeira versão, digitada 15 anos atrás em minha velha máquina de escrever.

Embora os personagens, Reinos e eventos de Exídium já estivessem vivos em minha imaginação antes dos 16 anos, eu só decidi digitar a história aos 17, pois precisava treinar minha digitação para um curso de informática que fiz. Como eu não tinha um computador em casa e detestava copiar textos (como o professor havia sugerido), preferi datilografar aquela história. O resultado foi uma das experiências mais incríveis de minha adolescência – escrever para mim mesmo – o que me mudou para sempre!

shadow raiders dvds

Para terminar, escrevi Exídium para me divertir, treinar digitação e explorar minha capacidade imaginativa, aos 17 anos, mas ao fazer isso descobri que imaginar e escrever por prazer é algo sem preço. Com o passar dos anos, e com o acúmulo de leituras e estudos, me convenci de que aquela primeira história era poderosa, rica e empolgante. Por isso e por que essa história merece ser bem contada, tenho trabalhado nos últimos 15 anos para torná-la melhor, mais verossímil e digna da atenção e imaginação dos meus queridos leitores.

 

 

Espero que a saboreiem com a força de mil sóis!

 

Gabriel G. Sampaio

 

babylon-5-movie-poster

____________________________________________________________________________________________

[1] Romance, aqui é entendido como uma narrativa longa, não como uma história romântica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s